Create your own shelf sign up

Together we find better books

[−]
  • Procurar Conteggio caratteri ISBN valido ISBN non valido Codice a barre valido Codice a barre non valido loading search

Quase Memória

Por

Editor: Folha de São Paulo

4.3
(3)

Language:Português | Number of Páginas: 223 | Format: Mass Market Paperback

Isbn-10: 8574025135 | Isbn-13: 9788574025131 | Data de publicação: 

Também disponível como: Others , Hardcover

Category: Fiction & Literature

Do you like Quase Memória ?
Junte-se ao aNobii para ver se os seus amigos já o leram, e descubra livros semelhantes!

Registe-se gratuitamente
Descrição do livro
Sorting by
  • 3

    Boh...non sono sicura di averci trovato queste pagine da antologia delle letteratura brasilina che secondo la quarta di copertina dovrebbero esserci. Certo, la narrazione nostalgica dell'infanzia dipinge un ritratto del padre che ogni bambino vorrebbe avere. O no?

    dito em 

  • 5

    A FODAAAAA D+!

    O livro é muito bom msm, como diz o titulo, “quase memória”, e é nesse ritmo que o livro vai , o autor contando as suas memórias... alias as memórias que ele tinha do pai dele, não apenas os momentos que ele viveu mais o que o grande ídolo (o pai) contou, as historias ou stórias, pq o personage ...continuar

    O livro é muito bom msm, como diz o titulo, “quase memória”, e é nesse ritmo que o livro vai , o autor contando as suas memórias... alias as memórias que ele tinha do pai dele, não apenas os momentos que ele viveu mais o que o grande ídolo (o pai) contou, as historias ou stórias, pq o personagem principal é um ser muito louco, é esse pai, e essas “historias” começam a ser lembradas por causa de um embrulho que o narrador recebe, que traz toda essas lembranças... o embrulho é o de menos, que alias acaba nem sendo aberto, mas ele que desperta toda essa memória, depois de 10 anos da morte do pai...
    Olha o único alerta e ponto negativo do livro é que ele entra tanto na sua mente, que qnd vc vai dormir, seus sonhos acabam sendo narrados, vc acorda narrando seus pensamentos... ( \o ), já que o forte do livro é a narrativa, e era nisso que era bom a principal personagem, contar e encantar os outros com as suas “stórias , historias” (não tem como saber qnd era real ou imaginação).

    dito em